Atualmente, as empresas se deslocam em um ambiente no qual as mudanças acontecem em alta velocidade, que é chamada de VUCA (sigla para “Volátil, Incerto, Complexo, Ambíguo”) e, diante dessa situação, tanto as empresas quanto as que fazem parte dela precisam ser capazes de se adaptar e se preparar para permanecer competitivas e produtivas.

TEXTO SARA ELENA TORRES HORTAL | IMAGENS ISTOCK Y ÁREA CORPORATIVA DE RH

Com o Desafio Digital, a MAPFRE está trabalhando para gerenciar as mudanças que todos precisamos para adaptar-se aos novos requisitos digitais e para nos transformar como profissionais, e nesse objetivo nasce o novo modelo de Avaliação de Desempenho, que evoluiu do modelo anterior para:

  • Apoiar a consecução dos objetivos e o impacto na produtividade. Como? Ao definir e monitorar as principais atividades que contribuem para a consecução dos objetivos
  • Identificar o potencial dos funcionários através de uma avaliação global mais objetiva
  • Promover uma conversa contínua, com foco na avaliação de esforços, no reconhecimento de realizações e na orientação do trabalho que realizamos
  • Promover a adoção de novos comportamentos da MAPFRE —Colaborar, Inovar e Agilizar— por meio de feedbacks contínuos e de uma avaliação 360º, que nos permite refletir sobre os êxitos e fracassos para aprender com eles
  • Viralizar os novos comportamentos da MAPFRE

A nova Avaliação de Desempenho foi criada com o objetivo de converter o funcionário em Protagonista do seu desenvolvimento, conforme indicado em seu slogan, e por isso ele o coloca no centro da ação porque:

  • Envolve você ainda mais no seu desenvolvimento. A MAPFRE precisa de pessoas comprometidas proativamente com a empresa, e o melhor reflexo disso é que cada um de nós é responsável por seu próprio desenvolvimento.
  • Ajuda você a ser inspiração e referência se você é responsável por uma equipe e a crescer com ela

Esse novo modelo implica uma mudança cultural e mental que se encaixa no novo momento em que vivemos, impactando tanto as empresas quanto as pessoas que trabalham nelas. Agora é com você que esse novo modelo cresce. Vale recordar: VOCÊ é o protagonista do seu desenvolvimento.

Conheça em detalhes como funciona a nova Avaliação de Desempenho

A função da avaliação de desempenho é caminhar em direção a uma cultura de alto desempenho da qual o trabalhador e a empresa se beneficiam. Nesse contexto, a nova avaliação de desempenho implementada pela MAPFRE é um modelo ágil e simples, focado na consecução dos objetivos e na adoção dos novos comportamentos da MAPFRE: Colaborar, Inovar, Agilizar, Respeitar e Comunicar (estes dois últimos no caso de funcionários que gerenciam equipamentos). Este modelo se articula em quatro passos:

  1. CONSTRUA
  2. FALE
  3. COMPARTILHE
  4. AVALIE

Veremos em detalhes cada um deles:

1. CONSTRUA sua própria rota para atingir seus objetivos

Comece definindo a rota que permitirá que você alcance seus objetivos. Você fará isso através das atividades, que são ações concretas e precisas que ajudarão você a atingir esses objetivos. Para estabelecê-los, é necessário pensar em termos de realizações e resultados: um marco ou uma tarefa concreta a ser alcançada, um indicador de negócios…

Não se trata de trabalhar duas vezes ou usar as atividades como uma agenda de suas tarefas diárias. Os critérios para definir uma atividade como boa são que ela deve permitir:

  • Acompanhar e medir se você está ou não se aproximando do objetivo
  • Obter a opinião de outras pessoas

A ideia é que você crie entre três e cinco atividades para cada objetivo e monitore seu desenvolvimento, estabelecendo um plano temporário e solicitando feedback, como você verá no segundo ponto, “Fale”. E seja flexível, ou seja, se alguma atividade não funcionar, altere-a.

2. FALE ao longo do ano

Depois de definir suas atividades, é hora de:

  • Acompanhá-las solicitando feedback das pessoas com quem você está trabalhando, para aprender a seguir em frente e agir. Dessa forma, nossos parceiros o ajudam a crescer e você ajuda os outros da mesma maneira.
  • Incentivar a conversa contínua com seu gerente. São momentos de reflexão ao longo do ano que devem ser orientados para monitorar o cumprimento das atividades que você está realizando e para falar sobre como você está adaptando novos comportamentos: Colaborar, Inovar, Agilizar, Respeitar e Comunicar.

O novo modelo oferece uma ferramenta com a qual você pode ser o principal responsável pelo seu crescimento profissional

Você terá autonomia suficiente e um papel muito ativo, porque agora cria sua própria rota para atingir seus objetivos

3. COMPARTILHE e incorpore outros pontos de vista

A ferramenta de avaliação 360 consiste em uma autoavaliação de funcionário e um convite para ser avaliado por seus clientes internos – que são os parceiros que recebem o resultado do seu trabalho —, seus colegas — outros colegas com quem você também colaborou ao longo do ano e que podem dar suas opiniões — e seus colaboradores, se você tiver pessoas a seu cargo.

A 360 permite que você reflita sobre os sucessos e falhas de aprender com eles, pois fornece uma imagem muito precisa de seus pontos fortes e áreas de melhoria.

4. AVALIE Com todas as informações coletadas durante o processo

Seu gerente fará uma avaliação final que ele compartilhará com você em uma conversa que fechará o ciclo anual de sua avaliação de desempenho.

Como a nova Avaliação de Desempenho beneficia você?

Você é o principal responsável pelo seu desenvolvimento

A primeira vantagem já foi descoberta no slogan do projeto, você é o “Protagonista do seu desenvolvimento”. E é que o novo modelo foi criado para oferecer a você uma ferramenta com a qual você pode, através de seu esforço e comprometimento, ser o principal responsável pelo seu crescimento profissional.

Maior autonomia e um papel mais ativo

O novo modelo fornece autonomia suficiente para você construir seu processo, por exemplo, com a introdução das atividades, você terá um papel muito ativo no gerenciamento de seus objetivos, porque agora você cria seu próprio caminho para alcançá-los. Pela primeira vez, você definirá quais são as atividades principais ou mais eficientes para atingir seus objetivos ou quais o ajudarão a acompanhar se seus esforços são adequados. E se não, você pode alterar ou ajustar essas atividades.

Isso implica que você terá que fazer um exercício de profunda reflexão para planejar cada uma dessas atividades e cumpri-las em tempo hábil. É uma responsabilidade maior, por isso é um processo mais desafiador e gratificante para você.

Outro benefício é que você verá se está alcançando seus objetivos e, se não estiver, poderá mudar sua estratégia.

No caso da avaliação 360, você contribuirá para a construção de seu processo 360 fazendo uma proposta das pessoas que você considera que devem participar dos grupos de clientes internos e de pares. O foco desse processo é o seu desenvolvimento, e você terá uma visão multiavaliadora de como está fazendo, por exemplo, será capaz de identificar se seus colegas lhe dizem se você inovar, se seus clientes internos lhe dizem se você agiliza ou não… É uma foto detalhada e anônima — respeite a confidencialidade — de cada grupo, para que você possa ver como aplica os novos comportamentos e aos quais somente você tem acesso.

Participação e comprometimento em outros projetos

Durante o ano, você contribui para os resultados de sua área por meio de outras iniciativas ou projetos que não são refletidos em seu plano de objetivos, mas que foram questões críticas ou que fazem a diferença em seus compromissos e trabalho naquele ano. Na nova avaliação de desempenho, você pode incorporá-lo e criar atividades de outras realizações por dois motivos:

  • Porque estou interessado em deixá-lo refletido na ferramenta
  • Quero receber impressões de como executei esse trabalho

Desenvolvimento por mais pontos de vista

Com relação às atividades, você poderá solicitar feedback de outras pessoas com quem trabalha no desenvolvimento dessas atividades sobre como está fazendo. Isso é fundamental porque:

  • Você pode começar a trazer outros pontos de vista para sua avaliação de desempenho e, de maneira formal, as avaliações de outras pessoas com quem você está trabalhando se refletem em uma ferramenta
  • Do ponto de vista do desenvolvimento, é muito positivo que você possa receber no momento um ponto de vista de como está fazendo as coisas
Nova avaliação de desempenho MAPFRE transforma seu modelo de avaliação

Maior participação dos responsáveis

Em qualquer parte do processo, seu responsável pode participar, propor ou ajustar atividades, pedir feedback a outros que você não pediu… Os responsáveis terão um painel que mostra como cada uma das pessoas da sua equipe são, quais atividades estão pendentes, quando foi o último feedback que você lhes forneceu, como elas estão em cada um dos comportamentos… Com ele, você pode:

  • Reconhecer seus funcionários quando eles estiverem fazendo as coisas muito bem
  • Ajudá-los a realizar melhor suas ações

Essa conversa, comunicação, deve ser incorporada ao nosso dia a dia. É uma fórmula que ajuda a incorporar os comportamentos do Desafio Digital em nosso trabalho diário; são comportamentos relacionados, porque, se eu me comunico, tenho colaboração, e com isso inovo e sou mais ágil… Trata-se de viralizar esses hábitos para que eles estejam presentes no nosso dia a dia.

Do ponto de vista daqueles que têm dependentes, o que a nova avaliação oferece a eles é uma ferramenta com a qual eles podem gerenciar sua equipe de uma maneira diferente de como estavam indo até agora.

Através de uma única ferramenta

Este modelo é feito inteiramente através do SuccessFactors, em um novo módulo criado para gerenciar e monitorar todo o processo de avaliação. Você pode acessá-lo diretamente por meio dos aplicativos no Espaço Pessoas da intranet global.

O papel das Pessoas e da Organização

As equipes de Pessoas e Organização incentivarão e promoverão a adoção desse modelo entre todos os funcionários. Mas esse novo modelo de avaliação deve ser visto como um processo da organização que deve ser internalizado por todos, independentemente de sua posição, uma vez que o compromisso de tornar esse projeto um sucesso deve ser de todos e de todos nós.

Então, com este processo, todos ganhamos: funcionário e empresa.

Esse novo modelo será implementado em todo o mundo em outubro, portanto, a partir dessa data, você poderá solicitar feedback de funcionários de qualquer país com quem você estiver trabalhando. O próximo passo será incluir alguns de seus recursos no aplicativo Pessoas. Essa é uma novidade que discutiremos mais adiante.

Todas essas mudanças são o que leva a MAPFRE a não ficar para trás, adaptando sua maneira de avaliar para criar um modelo com uma conversa mais contínua que favorecerá o seu desenvolvimento.Contamos com você para ser o “Protagonista do seu desenvolvimento”!

E na próxima edição…

Juntos construímos o conhecimento na MAPFRE

Na próxima edição de O mundo da MAPFRE, falaremos sobre o Novo Modelo de Gestão de Conhecimento

No dia a dia, os funcionários da MAPFRE geram uma grande quantidade de conhecimento que possui um valor incalculável e para o qual queremos tirar o máximo proveito dele. Para isso, dentro da estrutura do Desafio Digital, a MAPFRE lançará seu Modelo de Gestão do Conhecimento: uma inovação que nos permitirá ser mais ágeis e eficientes.

Este modelo visa permitir que o conhecimento flua através da organização. Compartilhar conhecimentos e experiências da MAPFRE e adquiridos; sob a forma de: boas práticas/casos de uso, lições aprendidas, estudos/relatórios e links para o conhecimento. E conectar profissionais das diferentes funções e áreas da MAPFRE.

A Intranet Global é o veículo que nos permitirá disseminar conhecimento e torná-lo acessível a todos os funcionários e, portanto, dentro da intranet, foi ativado um espaço chamado eureka, que servirá como armazém para que todos os funcionários possam consultar e/ou contribuir com conhecimento.

Eureka

Share This