Ultimamente, você tem ouvido muito sobre a sustentabilidade. Nos jornais, na televisão e nas redes sociais aparecem constantemente notícias sobre esse tema, sobre o aquecimento global, o derretimento das calotas polares, etc. As catástrofes naturais, como grandes tempestades, inundações ou incêndios, ocorrem com tanta frequência que já começamos a vê-las mais como eventos cotidianos do que extraordinários. Mesmo assim, ainda há uma certa confusão sobre o que é sustentabilidade, uma vez que esse termo é tradicionalmente associado apenas a aspectos ambientais, uma associação tão verdadeira quanto incompleta.

TEXTO MIQUEL VADELL | FOTOGRAFIAS ISTOCK

A sustentabilidade fala de dois conceitos e de três eixos. Equilíbrio e tempo são os conceitos e meio ambiente, economia e sociedade são os três eixos, como mostramos na fórmula no quadro.

Trata-se de um equilíbrio duradouro entre os três eixos (ambiental, social e econômico), pois juntos formam uma engrenagem que não pode funcionar adequadamente se alguma das peças não estiver encaixada ou lubrificada adequadamente. Essas três engrenagens são interdependentes entre si e estão intimamente conectadas, de modo que o superdesenvolvimento de uma leva facilmente aos danos das outras.

Um exemplo claro dessa inter-relação pode ser o corte de árvores: gera emprego e riqueza econômica, mas à custa de uma perda da biodiversidade (meio ambiente). Outro exemplo, menos óbvio, é o fomento da compra de produtos importados a um preço baixo, que, embora representem uma economia para o consumidor, resulta em um declínio econômico dos produtores locais.

Nenhum desses dois exemplos é, por si só, um exemplo de insustentabilidade, uma vez que a exploração madeireira regulamentada e a compra de produtos importados são necessárias para abastecer a sociedade. O ponto chave é que qualquer modelo seja o mais equilibrado possível e gere riqueza econômica, social e ambiental por igual.

Como se pode deduzir, a sustentabilidade é, acima de tudo, algo complexo (não complicado). E, apesar dessa complexidade, é o único caminho para que os mais de sete bilhões de pessoas que habitam este planeta de recursos limitados possam viver juntas em paz.

Cientes desse panorama, em 1945 é fundada a Organização das Nações Unidas (ONU), a maior organização internacional existente. 70 anos depois, em 2015, a ONU lança os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que perseguem 169 objetivos para que todas as sociedades do mundo alcancem o desenvolvimento sustentável nesses três eixos. Os ODS fazem um apelo não apenas ao setor público, mas também ao setor privado, ao setor acadêmico e ao terceiro setor (organizações sem fins lucrativos) para que trabalhem juntos para alcançar os 17 objetivos.

Os ODS têm como horizonte temporal o ano de 2030, quinze anos para atingir objetivos como a alfabetização de todos os seres humanos, a redução global do desemprego, da corrupção e suborno em todas as suas formas, etc. Objetivos tão ambiciosos quanto possíveis, dependendo da vontade dos envolvidos, mas acima de tudo, absolutamente necessários.

Objetivos de Desarrollo Sostenible

E o que eu posso fazer?

Nesse panorama complexo, onde é necessária a intervenção de governos, empresas, instituições, etc. parece que é apenas responsabilidade deles promover o desenvolvimento sustentável, pois acreditamos que a ação individual de uma pessoa é insignificante. Nada mais longe da realidade. Os indivíduos são as pessoas que compõem as comunidades, famílias, empresas, entidades, governos, etc., somos a unidade nuclear e tudo começa com a nossa atividade.

Nosso pequeno trabalho é a semente que, junto com a dos demais, pode fazer a diferença. Todos juntos caminhando em direção ao mesmo objetivo, afastando as diferenças que nos separam e focando no que realmente importa: um futuro para todos.

Cada indivíduo desempenha no seu dia-a-dia várias funções a partir das quais pode atuar: o papel de familiar (filho, irmã, mãe), o papel de empregado, de empregador, de amigo, de vizinho, de cliente, etc; e em cada um desses papéis, podemos realizar ações que promovam o desenvolvimento sustentável da sociedade.

Aqui estão alguns exemplos de atitudes e hábitos que você pode adotar no seu dia a dia:

Em sociedade, no papel de familiar, amigo, vizinho, cidadão, etc., nossas ações terão como objetivo conscientizar e educar através do exemplo. Aqui é tão importante transmitir quanto realizar práticas sustentáveis.

Educación

EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS

EducaciónInfelizmente, as novas gerações são as que sofrem as consequências das ações das anteriores, mas, por sua vez, são a esperança de mudança. Por esse motivo, é essencial educar com valores sustentáveis, como o uso consciente dos recursos, a colaboração em vez da competição, o altruísmo… Qualquer comportamento dos educadores será replicado pelas crianças.
Voluntariado

VOLUNTARIADO

VoluntariadoA colaboração e o envolvimento com os estratos sociais mais necessitados são um exemplo perfeito de comportamento sustentável, já que para que uma sociedade progrida, todas as camadas sociais devem progredir. Existem inúmeras maneiras de colaborar pessoalmente e através da empresa em que trabalhamos.
Reciclaje

RECICLAGEM

ReciclajeÉ, obviamente, o valor mais identificado como uma questão de sustentabilidade. No entanto, não devemos nos concentrar apenas na separação de resíduos; devemos ter uma visão mais ampla, valorizando a reciclagem de roupas, móveis ou materiais que podem ter um segundo uso após serem inutilizáveis para sua principal função (por exemplo, converter roupas em panos de limpeza).

Como consumidor, comprar e adquirir produtos e serviços é uma das ações que mais fazemos ao longo da vida adulta; somos, sobretudo, seres consumidores. Portanto, é importante que o façamos de maneira responsável.

Comercio justo

COMÉRCIO LOCAL E COMÉRCIO JUSTO

Comercio justoApoiar ao comércio local através da aquisição de produtos e serviços de empresas cujas normas trabalhistas e ambientais são adequadas serve para fortalecer o tecido empresarial local e para promover seus produtos. Devemos derrubar o mito de que o consumo sustentável é sempre mais caro, encontre as coisas que você possa pagar e as incorpore à sua rotina de compras. A alimentação merece uma menção especial neste ponto, pois é uma das maiores fontes de contaminantes. Uma dieta baseada em frutas, verduras e legumes é mais sustentável do que uma dieta baseada em proteínas de origem animal. Por outro lado, evitar o desperdício de alimentos – algo que pode levar a uma mudança importante de hábitos – também é um passo muito significativo.

SEGUNDA MÃO

Segunda ManoA reutilização é um dos preceitos mais conhecidos e eficazes de ser sustentável, promover a compra e venda de itens para um segundo uso evita o consumo excessivo e reduz a quantidade de resíduos.

Transporte y energía

TRANSPORTE E ENERGIA

Transporte y energíaOutro tema importante da sustentabilidade, já que são as duas principais fontes de emissões de CO2. Hoje em dia é muito fácil contratar distribuidores que vendem apenas energia elétrica a partir de fontes renováveis. Quanto ao transporte, vale a pena verificar se, no nosso dia-a-dia, podemos substituir os meios de transporte mais poluentes (carro particular) por outros menos poluentes: ônibus, bicicleta, carro compartilhado, veículos elétricos, etc.

Necesidad

NECESSIDADE

NecesidadComo consumidores, devemos valorizar e parar para refletir se o que vamos adquirir é realmente uma necessidade ou se, pelo contrário, podemos viver sem isso ou encontrar uma alternativa de origem mais sustentável.

Como profissional, o ambiente de trabalho representa quase um terço do nosso cotidiano, por esse motivo, qual melhor lugar para adotar práticas que nos levem a um desenvolvimento mais sustentável?

Iniciativas

ENVOLVER-SE EM INICIATIVAS E/OU PROMOVÊ-LAS

IniciativasA grande maioria das práticas realizadas na vida privada são facilmente adaptáveis ao âmbito de uma empresa. Na MAPFRE, um grande número de atividades é realizado, informe-se, junte-se a elas e promova-as entre os demais colegas. Para estar atualizado sobre as atividades, visite a Intranet corporativa.
Trabajo y casa

TANTO EM CASA QUANTO NO TRABALHO

Trabajo y casaLembre-se de que a maioria das boas práticas que você faz em seu campo pessoal é facilmente transferível para o profissional e vice-versa!

DENUNCIE SE VOCÊ VER ALGUMA PRÁTICA IRRESPONSÁVEL

Não toleraremos comportamentos irresponsáveis em nossa empresa e monitoraremos o cumprimento das normas éticas, trabalhistas e ambientais.
Voluntariado

VOLUNTARIADO

VoluntariadoEmbora já tenha sido mencionado na seção anterior, vale ressaltar que a MAPFRE oferece grandes oportunidades de voluntariado, devido ao envolvimento da empresa nessa área. Se você ainda não o fez, visite https://voluntariosfundacionmapfre.org para descobrir em quais atividades do seu país você pode participar.

Esses exemplos não são a única coisa que você pode fazer. Informe-se em fontes confiáveis, adote novas rotinas sustentáveis e compartilhe-as com seus círculos!

Superar a resistência à mudança

Em suma, qualquer mudança que você queira fazer será um esforço, não apenas pelo simples fato de mudar a rotina, mas também porque a adoção de práticas e comportamentos sustentáveis às vezes pode implicar em renunciar ao nosso conforto. Então, o que eu ganho com isso? A resposta é futuro, você ganha no futuro. Como mencionamos no início, a sustentabilidade tem a ver com um equilíbrio duradouro. Abandonar comportamentos focados no conforto de curto prazo e focar no longo prazo, no futuro, é ser sustentável. E não apenas para as gerações futuras, mas para si mesmo, porque com a atual expectativa de vida, a longo prazo, ainda estaremos aqui e queremos continuar vivendo da melhor maneira possível.

#YOMEODSEO

Em 25 de setembro de 2015, como parte de uma nova agenda de desenvolvimento sustentável, diferentes líderes mundiais estabeleceram uma série de objetivos destinados a ERRADICAR A POBREZA, PROTEGER O PLANETA E ASSEGURAR A PROSPERIDADE.

A MAPFRE, envolvida desde o primeiro momento na consecução desses objetivos, aderiu durante o mês de setembro à celebração do 4º aniversário deste acordo. Entre as iniciativas das quais participamos, está a campanha #ODSÉATE, promovida pelo Alto Comissário para a Agenda 2030 do Governo da Espanha, como um chamado à ação para ampliar esta mensagem em favor de um futuro sustentável. Assim, a MAPFRE adotou em seus perfis de redes sociais e em suas comunicações a imagem da campanha, divulgando diversos conteúdos informativos sobre os ODS, com ênfase especial naqueles em que a ação da empresa causa maior impacto.

Voluntarios

Os voluntários da MAPFRE ajudam a preparar e distribuir alimentos em uma cantina social.

Do mesmo modo, convidou suas partes interessadas, com ênfase especial nos funcionários, para _ODSEARSE_, conjugando em primeira pessoa esse novo verbo em espanhol para compartilhar seu compromisso pessoal com os ODS através de fotos e vídeos com a hashtag #YOMEODSEO.

Share This