MULHERES STEM

Mujeres STEM

Coisas que aprendemos durante a pandemia

Os pais perceberam que ensinar não é uma tarefa fácil.

As crianças descobriram que seus professores são melhores dando aula do que seus pais.

Já não é mais estranho falar com um médico pelo Skype.

A medicina digital nos permite combater a desigualdade social.

Já não pensamos que só as pessoas que têm mania por limpeza usam álcool em gel.

Lavar bem as mãos salva vidas.

A desinformação causa quase tanto dano quanto o vírus.

Combater as fake news é trabalho de todos.

O distanciamento social não é antissocial.

Ficar separado dos outros nos aproxima deles.

Não valorizamos a natureza o suficiente até que não podemos desfrutar dela.

Os níveis de CO2 caíram drasticamente quando ficamos em casa: nós somos o problema e, ao mesmo tempo, a única solução.

Não poder ver nossos amigos é muito difícil.

Mas, às vezes, ficar sozinho com nossos pensamentos nos faz bem.

Os profissionais de saúde passaram por um verdadeiro inferno.

As pessoas que cuidam de nós são subestimadas e mal pagas.

Algumas reuniões virtuais para a troca de ideias foram um desastre.

Não podemos mais viver sem ferramentas colaborativas.

O campo alimenta as cidades.

Nosso patrimônio rural merece reconhecimento.

Não podemos nos esquecer dos mais velhos.

Precisamos de uma maior cultura de cuidado.

Começamos a nos interessar por temas científicos que antes nos pareciam tediosos.

Temos que priorizar as pesquisas científicas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

​A Fundación MAPFRE inaugura em
Barcelona o centro de fotografia KBr

Cuidar SEMPRE da sua saúde

​Resiliência: vantagem competitiva em tempos de crise

A hora da América Latina