A aprendizagem das metodologias de inovação na MAPFRE permite agregar valor aos principais desafios da companhia em várias áreas, focalizando sempre no cliente.

TEXTO ANA GUTIÉRREZ (@alvana72) | FOTOGRAFIAS MAPFRE

A MAPFRE identifica a inovação como uma das principais alavancas para dar um impulso ao crescimento orgânico e diferenciar a companhia em um ambiente cada vez mais em mutação. Para a MAPFRE, a inovação é uma alavanca que abrange várias áreas e oferece propostas de valor diferenciadas, focadas no cliente, para responder a certos desafios específicos que as áreas de negócio apresentam.

Em 2015, foi criado o Innolab, um espaço virtual de aprendizagem que faz parte da Universidade Corporativa, a fim de difundir a cultura da inovação na MAPFRE e prestar suporte à função de inovação em nível global. A meta é chegar a todos os funcionários da companhia. Graças ao Innolab, todos os funcionários ao redor do mundo têm acesso a um programa de treinamento online, cujo conteúdo disponibiliza as metodologias que acompanham o processo de inovação na MAPFRE, para que seja assimilado por eles.

Além desse programa de treinamento, criado entre a Diretoria Corporativa de inovação (DCI) e a Área Corporativa de Recursos Humanos da MAPFRE, foi dado início a um processo de levantamento de funcionários no mundo todo que sejam capazes de aplicar a inovação na MAPFRE. Esses funcionários são denominados innoagentes e, nesse papel, recebem a atribuição de aplicar a inovação nas suas áreas de trabalho. Os innoagentes continuam executando suas funções habituais na empresa, entretanto parte do seu tempo é dedicada à participação em certos desafios de negócios apresentados pela empresa.

Para que essa função possa ser executada, foi elaborado um programa específico de treinamento que irá capacitálos em metodologias ágeis e interativas, próprias da inovação.

O espaço de suporte a essa função, o Innolab, e os programas de treinamento contidos nele fazem com que esse espaço preste suporte à inovação e permite conhecer a fundo o processo e as metodologias que lhe servem de suporte, que são o Design Thinking, o Lean Startup e o Customer Development.

A MAPFRE precisa contar com pessoas capacitadas para enfrentar os desafios que o setor de seguros tem pela frente no futuro com ideias originais, e às vezes até disruptivas, que apostem pela eficiência.

Atualmente, a MAPFRE conta com mais de 270 innoagentes em nível global nas 7 regiões e unidades de negócio que fazem parte da Comunidade de Inovação, lado a lado com os 19 Escritórios de Inovação e Desenvolvimento. Esses
profissionais têm o firme propósito de desenvolver projetos de inovação que agreguem valor para a empresa, transmitindo uma cultura de inovação em todos os níveis organizacionais, compartilhando informações que são consideradas de importância para o negócio.

A aprendizagem em inovação tem progredido e atingido resultados muito satisfatórios, e conta com pessoas que são capazes de desenvolver os projetos de forma ágil e criativa.

A aposta da MAPFRE pela inovação fez com que mais de 5.800 funcionários pudessem receber esse treinamento globalmente por intermédio do programa online. Além desse programa para todos os funcionários ao redor do mundo, e do treinamento específico para innoagentes localmente, foi incluída uma sessão de Design Thinking em todos os programas de treinamento globais e interdepartamentais, comerciais e técnicos, bem como na escola de liderança, para todos os grupos, tanto técnicos quanto executivos.

E agora, quais serão os próximos passos?

Chegamos até aqui, mas, se a efetividade do treinamento implementado e o valor agregado à companhia não forem mensurados, não saberemos se foi realizado corretamente ou não. Por este motivo, os membros da Comunidade de Inovação devem colocar os conhecimentos obtidos em prática e participar de projetos específicos relacionados aos desafios estratégicos identificados. Os innoagentes são os que devem estar envolvidos de modo especial nesse desenvolvimento e colocar em prática o que foi aprendido em metodologias ágeis para agregar valor.

Nos últimos dois anos, 12% do número total de ideias dos innoagentes foram incluídos nos Planos Estratégicos de negócio locais para serem desenvolvidos em 2018, ou então, chegaram à fase de protótipo. Isto significaria que o projeto de inovação já passou pelas etapas de elaboração, pesquisa e conceito, portanto, essas ideias estão prontas para serem testadas na fase piloto com clientes, a fim de comprovar a proposta de valor que foi criada.

A inovação é um exercício contínuo, em contínuo treinamento – é um processo de ensaio e de erro.

 

Share This