Ao reduzir a velocidade, tornamos as estradas mais seguras. Respeite os limites. O excesso de velocidade é um fator de risco incontrolável. Quanto maior a velocidade, maior o risco de acidente, e maiores as consequências. Pedestres, ciclistas, crianças e idosos são alguns dos grupos mais vulneráveis das nossas cidades. Proteja-os. Diminuir a velocidade salva vidas.

TEXTO: PAULA SUSAETA     FOTOS #SLOWDOWN

“Todos os dias temos boas razões para ir a algum lugar importante, seja saindo de casa para ir trabalhar, para ir à escola ou para ir brincar. No entanto, chegar com segurança aonde estamos indo é tão importante quanto chegar a todos os lugares que vamos”.

Desta forma, as Nações Unidas lançaram a campanha #SlowDown, incentivando organizações e cidadãos a se unirem a ela. Na página https://www. unroadsafetyweek.org/en/home podiam ser encontradas as pautas de atuação meses antes, já que o frescor brilha mais quando está programado neste tipo de ações.

A Fundación MAPFRE assumiu o desafio e começou um trabalho de envolvimento e colaboração onde muitas pessoas e departamentos deviam trabalhar com um único objetivo, e cujo processo era essencial de ser ouvido mutuamente e definir a forma de nos dirigir a cada pessoa dentro da MAPFRE e da Fundación MAPFRE para atrair seu interesse e sua atenção.

Esta é uma pequena história da vontade de muitas pessoas ao redor do mundo que se uniram para apoiar uma causa que salva vidas, com o objetivo de obter um grande impacto e por que não, se sentir parte de uma mensagem humana, real, mas também de uma mensagem útil. Buscávamos o envolvimento de todos em diferentes níveis. Cada pessoa devia decidir qual era o seu motivo para pedir o controle e a redução da velocidade. Estas mensagens individuais se transformavam em imagens, as imagens em cápsulas de ví- deo e estas cápsulas passavam a ser a base do lançamento e do fechamento da semana de campanha nos perfis de redes sociais da MAPFRE e da Fundación MAPFRE. Entre os dois vídeos, durante toda a semana foram realizadas publicações sobre isso e, assim como as Nações Unidas faziam, cada pessoa foi convidada a compartilhar o seu motivo para o #SlowDown em seu perfil pessoal.

O objetivo final era conscientizar a sociedade sobre a importância de reduzir a velocidade na hora de prevenir os acidentes de trânsito. Os acidentes acabam a cada ano com a vida de 1,3 bilhões de pessoas e causam lesões a mais 50 milhões no mundo todo. Era uma razão mais que suficiente para fazer da mensagem algo próprio.

Os preparativos foram, como sempre nestes casos, pura ebulição e coordenação global. Como se se tratasse de uma estreia, trabalhávamos com um calendário em mãos, confirmando e reconfirmando datas de entrega, recepção de materiais, sua idoneidade técnica…

Isto se traduzia em imagens universais, mensagens em espanhol, inglês e português (isso não foi solicitado, mas as mensagens chegaram nestes idiomas buscando, acima de tudo, a comunicação mais direta), sorrisos e gestos de proximidade fixados pelas fotografias que mostravam a cumplicidade e o lado pessoal transcendendo o profissional em cada uma das capturas.

Esta é uma pequena história da vontade de muitas pessoas ao redor do mundo que se uniram para apoiar uma causa que salva vidas

A realidade superou nossas expectativas e deu lugar a momentos muito especiais: as fotografias de grupo que foram saindo de forma orgânica porque as pessoas queriam tirar fotos com seus colegas, a quantidade de material recebido, as contagens infinitas, mas principalmente, as mensagens. Desde as mais pessoais que faziam referência às crianças e pensavam nas gerações futuras, até as mais íntimas e ao mesmo tempo globais, como o simples Save lives da própria campanha.

A sensação de fazer parte de algo maior, com mais força e alcance é um dos sinais de identidade desta ação. Transcender com o protagonismo da mensagem superando a individualidade e unindo forças. Compartilhar a ilusão de agregar e talvez chegar a fazer a diferença, alertar sobre o quão simples é perder a vida em um segundo e o quão simples é também prevenir isso com um pouco de atenção.

Então, obrigada. Obrigada a todos pelo tempo dedicado, pela força de vontade, pela pressa. Pelo cuidado colocado em cada passo e pelo ânimo. Pelo esforço compartilhado e pela confiança. Por você, por mim, por todos nós. E por aqueles que, como nós, em outras partes do mundo se uniram ao #SlowDown para prevenir a perda de vidas nas ruas e nas estradas. Porque é a viagem que sempre vale a pena e a surpresa e o melhor estão sempre por chegar.

#Slow Down: un mensaje universal
5 ( 2 votos )